Ruínas-Romanas-de-Tróia
Ruínas-Romanas-de-Tróia

Tróia é uma das estações arqueológicas do período romano com mais interesse em Portugal.

Tróia era uma cidade industrial, cujos ocupantes se dedicavam à apanha de frutos do mar, mariscos e outros produtos, que, depois de preparados, eram enviados para os mais diversos centros de consumo do Império Romano.

Tróia, que terá surgido no 1º século dC, foi um dos mais importantes centros de salga de peixe de todo o Império Romano, atingindo o seu maior esplendor no século III dC, e tendo decaído no séc. IV dC com a queda de Roma e o desmoronar do Império.

Para além das inúmeras cetárias que testemunham ainda hoje essa actividade piscatória, existem no interior do complexo romano de Tróia diversas outras estruturas, nomeadamente uma basílica paleocristã, as termas, uma zona residencial, para além de um mausoléu e uma zona de sepulturas.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *