Castelo de Sesimbra
Castelo de Sesimbra

No seguimento da expansão árabe iniciado por Maomé por volta do ano 600 dC, a Península Ibérica foi conquistada pelos mouros, a partir do ano 711, por um exército comandado por Tarique.

A presença dos muçulmanos na Península Ibérica fez-se sentir praticamente até ao ano de 1492, altura em que os últimos muçulmanos foram expulsos com a conquista de Granada, o último baluarte que ainda tinham em Espanha.

Durante a sua presença na Península Ibérica, os árabes dominaram um vasto território correspondente aproximadamente a toda a zona centro e sul desta Península, tendo construído ao longo de todo esse período diversas castelos, que constituíam as suas principais estruturas militares de defesa.

Referenciam-se na zona do Sado os castelos de Sesimbra, Palmela e Alcácer do Sal, os quais constituíam os seus principais bastiões nesta região, estabelecendo uma linha de defesa militar que permitia controlar, ao sul do Tejo, um vasto território terrestre, marítimo e fluvial, desde o oceano atlântico até bem ao interior da planície alentejana.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *